?

Log in

No account? Create an account
< back | 0 - 10 |  
● Lamyer; [userpic]

Onde me encontro

October 28th, 2013 (01:54 am)

Quantos anos eu não venho aqui? 3, 4 anos? Talvez menos ou mais.

Eu tinha tantas certezas, tantos cálculos acertados e tantos sonhos. Não me imagino mais com eles. Eu consegui algumas coisas das quais eu sonhei, porém nenhuma delas me trouxe a satisfação que eu gostaria. Me sinto perdida, muito perdida, perdida demais para descrever. Eu queria que as coisas não tivessem ficado assim, mas sabe, elas ficaram. No caminho perdi muitas pessoas que amei, pessoas que ainda andam por ai, pessoas que nunca mais verei.
É vovô, que falta o senhor faz. Seu sorriso, sua alegria, seu jeito de ser. Tudo isso faz falta. Parece que perdemos o eixo, a razão de tudo. Você nos grudava, um chiclete colorido e bonito, todos nos felizes e contentes... até ires embora.

● Lamyer; [userpic]

(no subject)

September 9th, 2011 (09:34 pm)

às vezes é tão cansativo viver no meu peito. Olho dentro de mim e vejo um mar infinito, perdido de vista ao horizonte, formado pelas minhas lágrimas. Chorei uma corredeira direto para os meus pulmões, me encharcando a tal ponto que não posso respirar, afundando nas angustias. Com o tempo isso passa, ou mar seca ou ele transborda. Mas ás vezes é tão cansativo viver no meu peito...

● Lamyer; [userpic]

(no subject)

September 3rd, 2011 (12:14 am)

"Por detrás da alegria e do riso, pode haver uma natureza vulgar, dura e insensível. Mas por detrás do sofrimento, há sempre sofrimento. Ao contrário do prazer, a dor não usa máscara. "
Oscar Wilde, De Profundis


Ao anoitecer, quando eu tirei a minha máscara diante da lágrima que não a deixava mais permanecer intacta em minha face, eu vi um monstro. Eu achava que era menos do que era, mas, na verdade, era um monstro muito maior do que se imaginava. Muito pior do que se esperava. A dor, incrustada na minha alma, se desesperou por tamanha revelação. Não estava em seus planos contar essa verdade, essa verdade mal-feita, torta e inacabada. Agora, monstruosa como sou, só resta ir, amarrada na indignação, ao final do convés empurrado pelos piratas que não mais podem deixar tal aberração amaldiçoar a embarcação.


[inacabado]

● Lamyer; [userpic]

(no subject)

August 28th, 2011 (08:10 pm)

Existia dentro da floresta inabitada pelo homem, mas abundante em magia, uma pequena fada. Ela temia sair de seu refugiu, viver fora dos galhos protetores e das densas folhas que a escondiam de um mundo lá fora, mundo este sussurrado pelas árvores anciãs.

Como nova, ela ainda tinha muito a aprender. Gostava de passar seus dias ao redor das grandes árvores ao invés da companhia das outras fadas. Os olhos grandes e brilhantes inclinavam a todos o veredito: Ali existia uma aventureira e ela deveria partir. Mas nenhuma das árvores deixaria, como assim? Ela ela uma das mais belas, mas uma das mais astutas. Queria saber tudo do mundo, mesmo que assim ela precisasse ir.

Em uma comissão, eles decidiram deixá-la sozinha. Praticar a sua curiosidade, mesmo que assim eles tivessem que dizer a verdade. A pequena fada os procurou, decidida a entender porque viviam isoladas. As árvores, como se pudessem se olhar, falaram que tinha chegado a hora. Seus olhos brilhantes não sossegavam. De um lado para o outro esperando uma resposta. A mais velha das árvores, com medo de perder

[incompleto]

● Lamyer; [userpic]

(no subject)

August 28th, 2011 (03:54 pm)

Todos os dias eu tento levar a vida de forma simples, plena. Não posso me engarrafar, me enjaular ou formar minha felicidade em pílulas - mesmo que a felicidade, para mim, seja algo passageiro, momentos - mas sempre melhor que sejam verdadeiros.
A verdade é que eu tenho tentado, neste mundo difícil, ser fiel e simples, por mim e pelos outros, em contramão daqueles que gostam de comprar pequenos gestos da vida, mesmo que dela também venha acompanhada a mentira!

● Lamyer; [userpic]

A quem quiser responder

August 28th, 2011 (03:54 pm)

o que fazer quando se tem certeza do amanhã?

Porque no fundo, só vivemos bem porque aparentemente tudo é normal pra amanhã, que é normalmente tudo dar errado, e que tudo magicamente, vai dar certo.

Se tivessemos certezas, não seriamos homens.

Amanhã serei menos homem.

● Lamyer; [userpic]

(no subject)

August 28th, 2011 (03:52 pm)

Algumas feridas da infância serão definitivamente a fortaleza na maturidade

● Lamyer; [userpic]

(no subject)

August 28th, 2011 (03:50 pm)

Garotas são engraçadas

Uma garota esconde seu mundo de todas as formas. Ela pega uma pequena verdade do mundo que todos tinham como infantil, boba e desnecessária e transforma naquilo que irá trazê-la a vida.

Garotas são engraçadas.

● Lamyer; [userpic]

(no subject)

August 28th, 2011 (03:49 pm)

E então eu, como a bela cisne negro, me resignei diante dos acontecimentos, agora que meus olhos dizem que meu coração não quer tomar a direção que eu decidi. Algo que não dá para ter controle é quando se tanto pregar o evangelho do poder total sobre si e ser levada por qualquer motivo a outro lugar, distante e provavelmente, sem nenhum controle.

● Lamyer; [userpic]

(no subject)

August 28th, 2011 (03:47 pm)

A destruição do mundo só será completa quando destruirmos nossas almas. Enquanto ainda tiverem pesssoas pasmas com tudo ao seu redor, capazes de destruir a mentira e reconstruir a vida, não há, ainda, fim dos tempos. Apenas um fim iminente, o dos homens.

< back | 0 - 10 |